Escrito por Helio Loureiro
Acessos: 4220

É interessante quando pessoas não versadas sobre a arte zen da computação (sim, é uma arte) usam os sistemas que para nós são parte de nosso dia-à-dia. Coisas bizarras e inusitadas simplesmente não funcionam ou você, ao contrário, nota que alguém usa aquilo para alguma coisa.

Com a dança de cadeiras de máquina, fiquei com os seguintes equipamentos:

  • Laptop Compaq nc6220 - FreeBSD 6.1 - Meu laptop para trabalho (da empresa)
  • iBook G3 500 - Ubuntu 6.06 LTS - Era meu antigo laptop. Como recebi outro da empresa, pretendo formatar e instalar novamente MacOSX. O problema é que preciso achar um cd de instalação para isso... a provável candidata a ficar com o equipamento é minha esposa.
  • PC AMD Athlon XP 2.0 - Ubuntu 6.06 LTS - Essa é a máquina que me acompanha desde os primórdios de meu aprendizado em Linux/Unix. Claro que sofreu os devidos upgrades com o tempo, tanto que agora dispõe de uma CPU Athlon de 1.6 GHz, 512 MB de RAM e 180 GB de HD. Até recentemente só utilizava Debian nessa máquina, que atua como o servidor aqui em casa. Com o uso do Ubuntu, achei melhor passar por um upgrade via "aptitude" e deixar o mesmo com a última versão do Ubuntu, a 6.06 na época.

Voltando à questão do som, minha esposa veio reclamar da última máquina descrita: o som não funcionava. Eu, como não a utilizo muito (não via prompt, somente remotamente), nunca tinha notado isso. Fui verificar o que havia ocorrido já que o som funcionava perfeitamente na "era Debian" e eu não havia formatado a máquina, apenas realizado um "aptitude dist-upgrade" para Ubuntu (não foi tão fácil assim, mas também não foi tão difícil...).

Primeiramente verifiquei qual interface de som eu tinha instalado (somente lembrava que era on-board em uma placa ASUS A7V8X-X:

picasso:etc# lspci | grep -i multimedia 
0000:00:11.5 Multimedia audio controller: VIA Technologies, Inc.
VT8233/A/8235/8237 AC97 Audio Controller (rev 50)

Notei que vários módulos inúteis estavam carregados no kernel, inclusive um redirecionando o som para interface dummy, o que estava causando a "falta de som". Removi os módulos desnecessários e carreguei o módulo snd-via82xx. Para minha surpresa, o som não funcionou...

Escarafunchando pelo google a fora encontrei uma dicas místicas de pessoas que usaram o controle de som do Gnome para configurar a placa. Segui a mesma receita e dessa vez o som funcionou. Verifiquei o que havia alterado e notei que o módulo ad1889 havia sido carregado, o que permitiu que o som funcionasse. Uma vez carregado, pode-se verificar se tudo está corretamente assim:

picasso:etc# cat /dev/sndstat 
Sound Driver:3.8.1a-980706 (ALSA v1.0.10rc3 emulation code)
Kernel: Linux picasso 2.6.15-23-k7 #1 SMP PREEMPT Tue May 23 14:20:54 UTC 2006 i686
Config options: 0
Installed drivers:
Type 10: ALSA emulation
Card config: VIA 8235 with AD1980 at 0xe000, irq 201
Audio devices: 0: VIA 8235 (DUPLEX)
Synth devices: NOT ENABLED IN CONFIG
Midi devices: NOT ENABLED IN CONFIG
Timers: 7: system timer
Mixers: 0: Analog Devices AD1980

Depois inclui os módulos necessários para que carregassem no boot assim:

picasso:etc# echo snd-via82xx >> /etc/modules 
picasso:etc# echo snd-ad1889 >> /etc/modules

Para evitar que o sistema leia outros módulos e não os que defini, simplesmente renomeei o diretório /etc/modprobe.d para /etc/modprobe.d.sai_seu_feio. Não é uma solução das mais bonitas, mas um dia eu arrumo isso...

Categoria: