image1 image2 image3 image4 image5 image6 image7 image8 image9 image10

Goodbye DropBox, long live to Box.Com

Adeus DropBox

Com a recente mudança do DropBox, que permitiu a entrada da Condoleezza Rice em seu quadro de diretores, acho que realmente é hora de dizer adeus.  O site Drop-DropBox deixa isso bem claro:

www.drop-dropbox.com

Apesar de toda gritaria em relação à privacidade, eu sempre fiz uso de armazenamento em nuvem.  Seja do DropBox, seja do UbuntuOne, que também anunciou sua saída desse mercado.  Em geral eu salvo coisas que não exigem privacidade ou sigilo como vídeos do celular, artigos, e revistas eletrônicas, como as revistas Espírito Livre e BSD Magazine, para poder ler depois no tablet.  A única exceção de confidencialidade é que guardo meu chaveiro digital do KeePassX lá, pois preciso que o mesmo esteja disponível em todo lugar.  E espero que a senha pra destravar o mesmo seja suficiente pra garantir minha segurança contra a NSA ou quem quer que seja...

Com esses requisitos na cabeça e um computador na mão, sai buscando alternativas tanto pro DropBox quanto pro UbuntuOne.  Dei uma olhada, claro, no owncloud. O problema dele é ter o servidor disponível.  Eu até poderia usar o desktop de casa pra isso, mas no momento ele está a mais de 10.000 Km longe de mim e meu link com ele é só via IPv6, o que não o torna muito viável pra acesso no meu smartphone e meu tablet.  Então eu ainda preciso de um servidor de terceiros.

Foi quando achei uma recomendação de migração pro Box.Com, que oferece 10 GB de espaço.  Isso seria o suficiente pra acomodar todos os meus arquivos tanto do DropBox quanto do UbuntuOne.  Agora era o segundo desafio: como copiar os dados?

Tanto o DropBox quanto o UbuntuOne têm uma maneira muito simples de replicar os dados: basta instalar o aplicativo e copiar os dados nas pastas designadas pra ter a replicação.  E pronto!  E o Box.Com?

O Box.Com não tem aplicativo cliente pra Linux.  Esse já era um ponto pra descartar, mas... encontrei uma solução até simples.

How to mount Box.com cloud storage on Linux

Com isso, segui os passos e instalei o pacote davfs2, criei uma entrada em ~/Box.Com e fui movendo meus arquivos dos diretórios do DropBox e do UbuntuOne pra ~/LocalBox.Com, em GoodByeDropBox e GoodByeUbuntuOne, pra ir sincronizando as nuvens de que os arquivos foram removidos.  Por que não movi direto pra dentro do ~/Box.Com?

Pelo motivo que essa montagem de dispositivo realmente cria uma partição remota.  Ao "desmontar" a mesma, os dados não ficam acessíveis.  Então só monto a mesma pra sincronizar os arquivos.  Mas existem problemas.  De tempos em tempos aparecem erros no sincronismo, que uso "rsync" pra fazer:

helio@elx3030vlm-78:LocalBox.Com$ rsync -auc GoodByeDropBox ../Box.Com/
rsync: mkstemp "/home/helio/Box.Com/GoodByeDropBox/bin/.DI-524_traffic.pl.51cQSZ" failed: Invalid argument (22)
rsync: mkstemp "/home/helio/Box.Com/GoodByeDropBox/bin/.WGR614v7_traffic.pl.2VEgLG" failed: Invalid argument (22)
rsync: mkstemp "/home/helio/Box.Com/GoodByeDropBox/bin/.admin-linux-br.pJj79O" failed: Invalid argument (22)
rsync: mkstemp "/home/helio/Box.Com/GoodByeDropBox/bin/.adsl_check.py.fNvPNz" failed: Invalid argument (22)
rsync: mkstemp "/home/helio/Box.Com/GoodByeDropBox/bin/.bin2iso.RbTw54" failed: Invalid argument (22)
rsync: mkstemp "/home/helio/Box.Com/GoodByeDropBox/bin/.block_3GRouter.py.0KawJP" failed: Invalid argument (22)
rsync: mkstemp "/home/helio/Box.Com/GoodByeDropBox/bin/.block_3GRouter.py~.6IOAnA" failed: Invalid argument (22)
rsync: mkstemp "/home/helio/Box.Com/GoodByeDropBox/bin/.check-spam-clean.sh.iNFK1k" failed: Invalid argument (22)
rsync: mkstemp "/home/helio/Box.Com/GoodByeDropBox/bin/.check_myip.sh.i1MZF5" failed: Invalid argument (22)
rsync error: some files/attrs were not transferred (see previous errors) (code 23) at main.c(1070) [sender=3.0.9]

E devia ter usado "tar" pra fazer o sincronismo, mas eu não queria ocupar toda banda, pois tenho somente um 1 Mbps de upstream.  E esse é outro problema: não existe nenhum controle de banda pra download ou upload.  Com isso, vez ou outra o link fica inutilizável e a partição simplesmente... morre!  Não é possível nem ler, nem escrever.  Nem "ls" funciona.  E isso acaba exigindo um "kill" no mount pra fechar tudo e abrir novamente.

Por enquanto o sistema está muito, mas muito novo, e sem grandes comparações de melhoria.  Mas há possibilidades.  Com a liberação do código fonte do UbuntuOne, talvez seja possível criar um aplicativo cliente melhor, com possibilidade de verificação de mudança e atualização remota.  Mas isso é apenas suposição.  Nada de concreto até agora.

No momento, o que posso dizer é: adeus DropBox, longa vida ao Box.Com.

Adeus dropbox

2017  helio.loureiro.eng.br   globbersthemes joomla templates