image1 image2 image3 image4 image5 image6 image7 image8 image9 image10

Brasil: a terra em que malandro é malandro, mané é mané

Já dizia Bezerra da Silva: malandro é malandro, mané é mané.

Na Internet não seria diferente.  Eis que chega em casa um boleto de cobrança de um domínio *parecido* com um que administro.  Achei um pouco estranho, pois em geral recebo notificação por mail, e do registro.br.  Claro que é mais um empresário brasileiro tentando dar uma de malandro.

 

A empresa RegistraCom envia um boleto, com um domínio parecido com o seu existente, com os dados da empresa em que foi registrado (e que nunca divulguei) tentando ganhar um registro .com do seu domínio.

O texto dentro do boleto diz o seguinte (os negritos vêm do boleto):

Notificação de registro do domínio: helioloureiro.com
Segue abaixo informações do Registro de domínio, por favor leia com atenção:
Domínio: helioloureiro.com
Titularidade: Empresa LTDA
Cnpj/Cpf: 00001110000000
Conforme nosso contato para atualização dos dados cadastrais, nossa área técnica identificou que o domínio helioloureiro.com (sob extensão .COM) encontra-se liberado para registro. Esta liberação pode ocorrer quando o pagamento não é realizado dentro do prazo, por disponibilidade efetiva de registro ou desinteresse na renovação.
Como indentificamos que Empresa LTDA já possui o mesmo nome helioloureiro.com.br (sob extensão .com.br), é importante que registre imediatamente o domínio (sob extensão .COM) evitando que um terceiro venha registrá-lo.
O valor do registro é de R$ 60,00 por um período de 1 ano.
Após identificarmos o seu pagamento o registro será realizado em um prazo máximo de até 48hs, incluindo a configuração de redirecionamento, ou seja, quando acessado helioloureiro.com o visitante será redirecionado para o site helioloureiro.com.br
Caso não haja interesse, o domínio helioloureiro.com continuará disponível e o mesmo poderá ser registrado por um terceiro a qualquer momento.

Se lido atentamente, é informado que o boleto é um "registro" do seu domínio .COM.  Claro que a intenção é isentar de qualquer acusação, afinal, foi informado o que era.  Mas é nítida a tentativa de golpe, tentando se passar por um registro de domínio legítimo.

Provavelmente quem registra seus próprios domínios, como eu, não cai nesse golpe.  Mas e empresas médias e grandes?  Em geral quem recebe tais boletos é o pessoal de controladoria/contabilidade.  Alguém duvida que o contador da empresa vai perceber essa sutil diferença?  Ou vai apenas pagar o valor, 60 reais, que é irrisório pra uma empresa média pra cima, e nem perceber quando o boleto verdadeiro chegar, e pagar novamente?  Então é claro que o boleto é golpe.

A empresa "RegistraCom", que aparece no whois como pertencente à empresa "WebVisão", ambos registrados pela mesma pessoa, já tem queixas no reclamar.  A resposta, claro, é a mais cara de pau possível.

http://www.reclameaqui.com.br/8647640/registra-com/registracom-tenta-enganar-usuarios-editado-pelo-reclame-aqui/

Esse tipo de golpe já apareceu outras vezes na lista do GTER, da empresa RegistraBrasil.  Mas como aqui é Brasil, terra da malandragem, eis que aparece outro gênio pra arrasar com os manés.

E depois reclamamos dos políticos.  Esses são realmente apenas um reflexo de seu povo.

E esse é o sistema de geração de boleto do registro.br.  Sem fraudes.

2017  helio.loureiro.eng.br   globbersthemes joomla templates