Botando Ubuntu Linux pra falar

Categoria: Linux Publicado: Sábado, 09 Setembro 2006 Escrito por Helio Loureiro Imprimir

É interessante quando pessoas não versadas sobre a arte zen da computação (sim, é uma arte) usam os sistemas que para nós são parte de nosso dia-à-dia. Coisas bizarras e inusitadas simplesmente não funcionam ou você, ao contrário, nota que alguém usa aquilo para alguma coisa.

Com a dança de cadeiras de máquina, fiquei com os seguintes equipamentos:

  • Laptop Compaq nc6220 - FreeBSD 6.1 - Meu laptop para trabalho (da empresa)
  • iBook G3 500 - Ubuntu 6.06 LTS - Era meu antigo laptop. Como recebi outro da empresa, pretendo formatar e instalar novamente MacOSX. O problema é que preciso achar um cd de instalação para isso... a provável candidata a ficar com o equipamento é minha esposa.
  • PC AMD Athlon XP 2.0 - Ubuntu 6.06 LTS - Essa é a máquina que me acompanha desde os primórdios de meu aprendizado em Linux/Unix. Claro que sofreu os devidos upgrades com o tempo, tanto que agora dispõe de uma CPU Athlon de 1.6 GHz, 512 MB de RAM e 180 GB de HD. Até recentemente só utilizava Debian nessa máquina, que atua como o servidor aqui em casa. Com o uso do Ubuntu, achei melhor passar por um upgrade via "aptitude" e deixar o mesmo com a última versão do Ubuntu, a 6.06 na época.

Voltando à questão do som, minha esposa veio reclamar da última máquina descrita: o som não funcionava. Eu, como não a utilizo muito (não via prompt, somente remotamente), nunca tinha notado isso. Fui verificar o que havia ocorrido já que o som funcionava perfeitamente na "era Debian" e eu não havia formatado a máquina, apenas realizado um "aptitude dist-upgrade" para Ubuntu (não foi tão fácil assim, mas também não foi tão difícil...).

Primeiramente verifiquei qual interface de som eu tinha instalado (somente lembrava que era on-board em uma placa ASUS A7V8X-X:

picasso:etc# lspci | grep -i multimedia 
0000:00:11.5 Multimedia audio controller: VIA Technologies, Inc.
VT8233/A/8235/8237 AC97 Audio Controller (rev 50)

Notei que vários módulos inúteis estavam carregados no kernel, inclusive um redirecionando o som para interface dummy, o que estava causando a "falta de som". Removi os módulos desnecessários e carreguei o módulo snd-via82xx. Para minha surpresa, o som não funcionou...

Escarafunchando pelo google a fora encontrei uma dicas místicas de pessoas que usaram o controle de som do Gnome para configurar a placa. Segui a mesma receita e dessa vez o som funcionou. Verifiquei o que havia alterado e notei que o módulo ad1889 havia sido carregado, o que permitiu que o som funcionasse. Uma vez carregado, pode-se verificar se tudo está corretamente assim:

picasso:etc# cat /dev/sndstat 
Sound Driver:3.8.1a-980706 (ALSA v1.0.10rc3 emulation code)
Kernel: Linux picasso 2.6.15-23-k7 #1 SMP PREEMPT Tue May 23 14:20:54 UTC 2006 i686
Config options: 0
Installed drivers:
Type 10: ALSA emulation
Card config: VIA 8235 with AD1980 at 0xe000, irq 201
Audio devices: 0: VIA 8235 (DUPLEX)
Synth devices: NOT ENABLED IN CONFIG
Midi devices: NOT ENABLED IN CONFIG
Timers: 7: system timer
Mixers: 0: Analog Devices AD1980

Depois inclui os módulos necessários para que carregassem no boot assim:

picasso:etc# echo snd-via82xx >> /etc/modules 
picasso:etc# echo snd-ad1889 >> /etc/modules

Para evitar que o sistema leia outros módulos e não os que defini, simplesmente renomeei o diretório /etc/modprobe.d para /etc/modprobe.d.sai_seu_feio. Não é uma solução das mais bonitas, mas um dia eu arrumo isso...

Acessos: 5941
Mastodon Mastodon
We use cookies

We use cookies on our website. Some of them are essential for the operation of the site, while others help us to improve this site and the user experience (tracking cookies). You can decide for yourself whether you want to allow cookies or not. Please note that if you reject them, you may not be able to use all the functionalities of the site.