image1 image2 image3 image4 image5 image6 image7 image8 image9 image10

Naughty boy

Autor:
Data de criação:
Data de publicado:
Acessos: 2594

Fiz um pequeno programa para ajudar aos novos estagiários a entender o "modus operandi" da empresa. Os efeitos superaram as expectativas, como comprovaram meus amigos de NRO (network rollout):

(15:00:55) Adriano_ASA @ at work SP: que porra é essa ???? 
(15:01:55) Adriano_ASA @ at work SP: responde essa merda !!!
(15:02:00) Adriano_ASA @ at work SP: seu fdp !!!
(15:02:12) Adriano_ASA @ at work SP: tá formatando o IO do NRG de cliente !!!
(15:02:23) helio: hahahahahaha
(15:02:32) helio: ele não faz nada
(15:02:37) helio: é pra dar trote nos estags
(15:02:41) helio: e nos manés!!!!
(15:02:44) helio: hahahahahaha
(15:02:46) helio: peguei!!!
(15:02:55) Adriano_ASA @ at work SP: hehehehe...
(15:03:02) Adriano_ASA @ at work SP: legal !!
(15:03:09) helio: pega os caras aí
(15:03:39) Adriano_ASA @ at work SP: seu viado !!!
(15:07:46) Adriano_ASA @ at work SP: Vai correr atrás de mulher !!!
(15:08:01) Adriano_ASA @ at work SP: fica gastando tempo com estas porras !!!
(15:11:41) helio: hahahahaha
(15:11:47) helio: tá todo mundo do GSDC sabendo
(15:11:51) helio: fracasso miserável
(15:13:12) Adriano_ASA @ at work SP has closed the conversation window.

Chamei de "counter.c", e pode ser compilado com "gcc -o counter counter.c". Os efeitos são hi-lá-ri-os!!!

#include <stdio.h> 
#include <unistd.h>
#include <signal.h>

void start_msg( int );
void print_point( int );

int main() {
char response[128];
   int progress = 0;
   struct sigaction sa;
   sa.sa_handler = SIG_IGN;
   sa.sa_flags = 0;
   sigemptyset(&sa.sa_mask);
   sigaction(SIGCHLD, &sa, NULL);
   sigaction(SIGTERM, &sa, NULL);
   sigaction(SIGKILL, &sa, NULL);
   sigaction(SIGINT, &sa, NULL);
   sigaction(SIGTRAP, &sa, NULL);
   sigaction(SIGSTOP, &sa, NULL);
   sigaction(SIGTSTP, &sa, NULL);
   sigaction(SIGTTIN, &sa, NULL);
   sigaction(SIGTTOU, &sa, NULL);
   start_msg(500);
   printf("Do you want to format your hard disk c:\\ ? [yes/no]: yes\n");
   printf("Are you really sure you want to do this? [yes/no]: ");
   scanf(response);
   start_msg(1);
   printf("Do you want to format your hard disk c:\? [yes/no]: yes\n");
   printf("Are you really sure you want to do this? [ yes/no]: yes\n");
   printf("\nProceeding with disk formatting.\n");
   printf("All your data will be erased and lost.\n");
   printf("Stop the process in case you didn´t create a backup.\n");
   printf("Formatting");
   for (progress = 10; progress <= 100 ; progress += 10) {
      print_point(10);
      printf("%d%c", progress,'%');
   }
printf("\nHard disk successfuly formatted\n\n\n\n");
printf("System rebooting....");
fflush(NULL);
sleep(60*3);
return 0;
}

void start_msg(int timeout ) {
   int i, counter = 30;
   system("clear");
   printf("\n#####################################################################\n");
   printf("# Disk Formatter - Use with caution!!!! #\n");
   printf("# DISCLOSURE: There isn´t responsabilities for any damage caused #\n");
   printf("# this program. The usage and responsability, as any prosecution #\n");
   printf("# belongs exclusively to the user. #\n");
   printf("# Be sure about the impacts and use with caution. #\n");
   printf("#####################################################################\n\n\n");
   printf("Formatting system startup");
   for (i=0; i < counter; i++){
      printf(".");
      usleep(timeout);
   }
   printf(" ready!\n");
}

void print_point(int n) {
   int i;
   for (i=0; i <= n; i++) {
      printf(".");
      fflush(NULL);
      sleep(3);
   }
}
Data de criação:
Data de publicado:
Acessos: 2926

Nada como ser _user_ friendly.

Data de criação:
Data de publicado:
Acessos: 3210

A vida em Dallas, EUA, não é fácil: a cada dia somos tentados pelas belezas da tecnologia e por seus preços tentadores. Não resistindo a tais tentações, sucumbi com meu cartão de crédito em tudo quanto é traquitana eletrônica com led (se o led pisca então...).

O resultado disso pode ser visto na figura. Entre viagens à China e EUA, pude adquirir, somente nesse ano:

  • Palm Tungsten E (funcionando em FreeBSD e em Linux)
  • Câmera Fotográfica Canon A610 (funcionando em FreeBSD e em Linux)
  • 2 memórias SD de 512MB
  • Memória SD de 2GB
  • Leitor de memória USB, inclusive SD (funcionando em FreeBSD)
  • HD externo USB de 60 GB da Maxtor(funcionando em FreeBSD e com uma partição formatada em UFS2)
  • 2 interfaces de rede Wireless G USB Belkin (não funciona em FreeBSD, nem Linux)
  • Interface de rede Wireless G USB D-Link DWL-G122 (não testei em nada ainda)
  • 2 interfaces de rede Wireless G PCMCIA D-Link DWL-G630 (funcionando em FreeBSD)
  • 2 interfaces de rede Wireless G PCMCIA D-Link DWL-G650 (funcionando em FreeBSD)
  • Internet Router com Wireless DI-524(funcionando com FreeBSD utilizando Wep-128)
  • Internet Router com Wireless Linksys(só testei como hub...)
  • Bluetooth Handsfree Headset Motorola H350
  • Interface de rede Fast ethernet 10/100 Mbps da Linksys USB200M(não vai nem com reza brava, nem FreeBSD, nem Linux)
  • Pendrive 2GB DataTraveler da Kingston(funciona com FreeBSD e com Linux)
  • Telefone GSM triband K300C da Ericsson
  • 2 interfaces de rede Fast ethernet 10/100 Mbps TE100-PCSUSR da Trendnet(não funciona em FreeBSD)

O fato de algumas coisas não funcionarem como deviam me deixa irritado às vezes, mas basta ver alguns leds piscando que esqueço tudo e volto a gastar. Para minha sorte as vendas de PS3 esgotaram mais rápido do que eu pude gastar. Só me resta ficar com meus brinquedos caros e ficar tentando descobrir como corrigir os endereçamentos de memória para poder funcionar no meu FreeBSD 6.0 bonitinho.

Antes de algum espertão perguntar o motivo pelo qual eu só testei alguns dos equipamentos, como placas PCMCIA, somente em FreeBSD: no meu laptop só tem o mesmo. No windows, no Linux, no fear. Just BSD.

Data de criação:
Data de publicado:
Acessos: 2879

Realmente as coisas na Itália são levada à sério. Gostei do estilo do NOC.

Data de criação:
Data de publicado:
Acessos: 2894

Para quem diz que hacker não bebe: encontrei uma cerveja, e deliciosa, chamada "Hacker-Pschorr". Cerveja de trigo, alemã, feita segunda a lei da pureza. Dilissa!!!!!!!!!

A foto ficou meio tremidinha, mas é que depois de uma caixa de Hacker.... difícil manter o prumo...

2017  helio.loureiro.eng.br   globbersthemes joomla templates