Os artigos mais lidos

Quarta, Janeiro 30, 2013 Helio Loureiro Blog 18908
XGH é uma das coisas mais genias que surgiu nos últimos tempos, descrevendo a estupidez que se aplica em métodos ágeis, mas que reflete bem o ambiente corporativo. Infelizmente o site foi abandonado...
Sábado, Maio 03, 2008 Helio Loureiro FreeBSD 16012
This article is kindly linked by: http://tuxmobil.org/hp_compaq.html http://tuxmobil.org/mobile_bsd.html Barely finished my last article about FreeBSD (PRERELEASE at that time) on Compaq laptops,...
Quarta, Junho 11, 2014 Helio Loureiro Blog 15831
Nem só de discussões de licença, flamewares, releases de kernel e ativistas sapatênis vive o mundo do software livre. Às vezes é envolto de mistério também. Um dos enigmas recentes foi o sumiço da...
Sexta, Maio 20, 2005 Helio Loureiro Python 15531
Esse é o script usado para autenticar automaticamente no Speedy da Telefonica (região de São Paulo). Evita que usuários residenciais, como eu, precisem estar em frente à máquina, permitindo que a...

FreeBSD laptop Essa foi a mensagem que recebi tentando acessar meu disco externo. Retrocedendo um pouco e adicionando a explicação.

No meu HD externo, de 160 GB (já falei dele anteriormente), tenho instalado Ubuntu. Ou tinha. Instalei via Qemu num host FreeBSD. Mas funcionava perfeitamente utilizando boot via USB. Estava testando uns aplicativos quando notei que a versão era 7.4, da época de quando instalei (e comprei o HD), e que por isso os aplicativos não funcionavam. Seguindo um passo-a-passo moroso, atualizei para o o 7.10 e depois para o 8.10. Ao terminar o upgrade para 8.10, nem testei com boot via USB, já voltei ao FreeBSD, com a pretensão de utilizar o mesmo via qemu. Ao acessar o disco... falha... utilizei o fsck.ext2 do FreeBSD, mas acho que foi a pior coisa que fiz: perdi a partição raiz (/) e alguns dados do /home. Tentei recuperar, mas... no fim reinstalei o Ubuntu 8.10.

Disco externo Dessa vez aguardei o final da instalação (fiz via qemu) e dei um boot via USB para verificar. O sistema rodou perfeitamente ajustado (melhor até que o FreeBSD), o que me fez voltar a pensar em voltar a usar Linux no meu laptop. Ao reiniciar no FreeBSD, tive uma surpresa tentando montar a partição ext3 que foi formatada durante a instalação, justamente a raiz (/). O erro foi o descrito acima: ls: /mnt/ext2: Bad file descriptor

Verifiquei as outras partições ext3 e... todas funcionando perfeitamente no FreeBSD (por funcionando, entenda como fsck.ext3 e mount_ext2 na partição). Uma busca no google não mostrou muitos resultados úteis, mas dentro do site do FreeBSD, encontrei alguns usuários com o mesmo problema:

Aparentemente um problema relacionado ao "inode size", que era anteriormente formatado como 128, mas passou a utilizar 256 e até 128.

Felizmente esse último link, além de apresentar uma solução, mostrou uma dica para buscar no sistemas de bug do FreeBSD (PR kern/124621). Encontrei o referido problema, ainda como "open", e a mesma solução do último link, via patch. Tentei a sugestão do responsável pelo ticket, que era atualizar a e2fsprogs. Depois apelei para o patch. E inclui minha contribuição. Pequena, irrisória, até mesmo ridícula, mas foi minha primeira contribuição ao projeto... Developers do kernel, aguardem que aqui vou eu :-)

O link do registro de minha proeza:

http://www.freebsd.org/cgi/query-pr.cgi?pr=124621&cat=